CÂMARA DE CANDEIAS ‘TORROU’ MAIS DE 4 SALÁRIOS MÍNIMOS EM DIÁRIAS COM DOIS SERVIDORES EM SEIS DIAS | | Candeias Online

CÂMARA DE CANDEIAS ‘TORROU’ MAIS DE 4 SALÁRIOS MÍNIMOS EM DIÁRIAS COM DOIS SERVIDORES EM SEIS DIAS

pres(1)Levando em conta o valor do salário mínimo atual, que é de R$ 937,00, o Legislativo de Candeias ‘torrou’, em menos de uma semana e com apenas dois funcionários, quase quatro salários mínimos e meio.

Porto Velho, RO – O escândalo das diárias concedidas pelo Poder Legislativo de Candeias do Jamari a servidor para que este pudesse participar de curso em Porto Velho causou indignação popular na pequena cidade cuja população chega a quase 20 mil habitantes.

O Curso de Pregão, Sistema de Registro de Preço, Termo de Referência, Composição de Preço e Edital, tinha como valor de inscrição taxa fixada em R$ 2.350,00. Cursos semelhantes são encontrados na Internet a preços baratíssimos de até R$ 172,00 à vista.

A informação, publicada em primeira mão pelo jornal eletrônico Rondônia Dinâmica, pautou outros veículos de comunicação, principalmente as emissoras de televisão, que passaram a pressionar os vereadores em busca de respostas.

Alguns esclarecimentos vieram informalmente através de um grupo no WhatsApp, por exemplo. O vereador Professor de Assis (PCdoB) tentou justificar a gastança alegando esforço do Poder a fim de aprimorar e capacitar os servidores da Casa. Embora seja difícil a compreensão do texto, a mensagem indicou que, por não atender às expectativas da Câmara, o curso teria sido rechaçado pelo servidor, que teria cancelado a inscrição e devolvido o valor das diárias.

Ocorre que a pergunta principal não foi feita:

Teria sido aquele um caso isolado?

A redação, pesquisando, descobriu que não. Na realidade, as vultosas diárias já eram pagas no mês anterior, com os mesmos valores unitários, sob mesmos pretextos; aliás, o servidor destacado na reportagem anterior aparece como um dos beneficiários de viagem feita a Ji-Paraná, onde, teoricamente, junto com uma colega de parlamento, teria participado de Oficinas de Tecnologia e Revisão dos Marcos Jurídicos Municipais (Lei Orgânica e Regimento Interno), no período de 15 a 19 de maio de 2017.

Para este fim, o presidente da Câmara Municipal Edcarlos dos Santos (SD) autorizou o pagamento de seis diárias, pois embora o curso começasse no dia 15, contabilizou a saída um dia antes, gerando mais despesas.

Relembrando, cada diária tem o valor de R$ 350,00; logo, cada servidor recebeu R$ 2.100,00, totalizando um gasto de R$ 4.200,00.}

Levando em conta o valor do salário mínimo atual, que é de R$ 937,00, o Legislativo de Candeias ‘torrou’, em menos de uma semana e com apenas dois funcionários, quase quatro salários mínimos e meio.

Fonte: RD

admin

admin

seu jornal eletrônico 24 hs

Comentários

Deixe uma resposta